A geração dependente da vocação

No mês passado, na minha coluna na Revista Diva, eu comentei um pouco sobre os millenials, a geração que está nos seus 25-33 anos. Falei como a economia criativa tem cativado esse público e o que os empresários podem fazer para atraí-los.

Contudo, outra coisa também venho observado nos millenials: o amor, a dedicação e o comprometimento com a sua própria vocação.

A geração X (nascidos entre 1965 e 1977) e os baby boomers (nascidos entre 1946 e 1977) ainda herdavam os trabalhos dos pais, eram guiados por padrões, não muito por instinto. O contrário acontece com os nascidos a partir do final dos anos 80. Esta geração herdou muitas características dos hipies dos anos 70. Um pouco de liberdade e um pouco de libertinagem. E isto pode ser positivo, veja…

Não é difícil encontrar pessoas que abandonaram a faculdade, não seguiram a recomendação dos pais/parentes e apostaram na vocação. E ao contrário do que espera o senso comum, estão sendo bem sucedidas. Continuar lendo “A geração dependente da vocação”