No mês passado, na minha coluna na Revista Diva, eu comentei um pouco sobre os millenials, a geração que está nos seus 25-33 anos. Falei como a economia criativa tem cativado esse público e o que os empresários podem fazer para atraí-los.

Contudo, outra coisa também venho observado nos millenials: o amor, a dedicação e o comprometimento com a sua própria vocação.

A geração X (nascidos entre 1965 e 1977) e os baby boomers (nascidos entre 1946 e 1977) ainda herdavam os trabalhos dos pais, eram guiados por padrões, não muito por instinto. O contrário acontece com os nascidos a partir do final dos anos 80. Esta geração herdou muitas características dos hipies dos anos 70. Um pouco de liberdade e um pouco de libertinagem. E isto pode ser positivo, veja…

Não é difícil encontrar pessoas que abandonaram a faculdade, não seguiram a recomendação dos pais/parentes e apostaram na vocação. E ao contrário do que espera o senso comum, estão sendo bem sucedidas.

Para ilustrar este texto, cito o exemplo da amiga Carolina Poliane Schirmer. A jovem de 22 anos residente de Itaipulandia poderia ter seguido o mesmo caminho dos irmãos, que trabalham tocando a cerâmica do pai. Carol decidiu fazer psicologia e para pagar os gastos com a faculdade investiu em um dom: fotografar pessoas. No começo foi sem equipamento profissional adequado mesmo. Foi com a cara e coragem. Pesquisava tudo no Youtube, em fóruns de fotografia e pedia dicas para os amigos.

Dois anos depois, Carol já possui equipamento profissional, tem ensaios marcados final de semana sim, final de semana não (isso quando ela não tem todo o mês agendado). Ainda continua estudando sobre fotografia e quer cada vez mais se especializar nesta profissão. O resultado de todo esse amor e dedicação, você pode ver nas fotos que ilustram essa matéria.

021 (1)

Aliás, as meninas fotografas também podem ser personagens do exemplo de comprometimento desta geração. A Flavia, de Missal, abriu O Jardim Eclético, uma lojinha de roupas e acessórios fofos, que adornam as fotos. A loja vende pelo WhasApp, Facebook, site, Instagram e já conquistou quase 10 mil likes no Face e 22 mil seguidores no Insta. Um exemplo de empreendedorismo de paixão!

O que esta geração precisa agora é de foco e estímulo para continuar no caminho certo. Não devemos falar como deve ser feito, mas dando suporte aos sonhos e necessidades.

084 (1)

Texto originalmente publicado na Edição #78 da Revista Diva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s