Sobre o nojo e minha lição de moral

 

Escrever uma autocrítica não é fácil, mas é necessário e preciso. Preciso da ordem de precisão, evidente e lacônico.  Evidente de evidenciar um problema. E quem abriu a minha mente foi uma grande amiga – se não a melhor amiga, a Daline Aguilera, em um bate-papo por msn.

Tudo começa com uma pergunta que não consegui dar resposta devido a gravidade da situação e da ocasião. “O quê é o nojo para mim?” “O que é nojento?” “E até onde vai o caráter das pessoas, neste caso o meu”. A primeira resposta demorou para aparecer, mas veio. De certa forma pariu em minha mente de forma sucinta. “Nojo de infecção, de sujo e incomestível”, foi o que eu pensei por primeiro. Me fez lembrar de todo o meu pensamento moral, da questão de fuga. Sempre fui adepto que a melhor forma de ganhar a pessoa é se aproximar para passar a minha forma de pensar, mas neste caso fiz o contrário e deu tudo errado.

Pensei e falei errado. O algo nojento para mim sempre foi a reação de aproximação, pois já senti na pele a reação das pessoas de asco e repulsa. E é o último sentimento no mundo que quero ter em relação a uma pessoa. Mas que no final da história sinto por mim mesmo.

Sobre o meu caráter, realmente foi duvidoso e inconstante. Quem me conhece há mais de dois anos, sabe da minha pregação pela simpatia e humildade. É o que está faltando, reconheço. Parece que a virtualização tem me deixado fosco, sem graça, sem cultura e superficial.

Sem falar da minha memória, que anda uma desgraça.

Porém, partindo do pressuposto que nunca é tarde para recomeçar. Eu estou disposto. E quero fazer.

“Deve-se aprender a caminhar antes que se possa correr” C.S. Lewis

 

Garon Piceli

Dramaturgo e jornalista com especialização em cinema pelo Instituto Nacional de Cine y Artes Audiovisuales de Buenos Aires. Pós ecouton em turismo pela Université Paris Sorbonne.

3 respostas para ‘Sobre o nojo e minha lição de moral

  1. Boom, vii o seu comentário em um tópico láaa na Sociedade C.S Lewis! rs .. Gostei das suas postagens!! Jornalista é sempre culto! qm sabe um dia eu chego láa? kkkkk, Bjj

    Curtir

Deixe uma resposta para N. B. P. Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s