Sobre a morte e sua aceitação

A primeira vez que eu escutei Amy Winehouse tinha certeza que era uma negra cantando. Digitei “Rehab” no Google, fucei por imagens e lá apareceu uma mulher branca, e que por mais excêntrica que seja, chamou a minha atenção.

Tudo começou em 2007, ano de lançamento de Back to Black e desde lá espero o lançamento de um novo CD, como se esse novo álbum pudesse ser um renascimento para ela.

Sempre falei “Amo a Amy”. Mais que pelo estilo de música, mas pelas mensagens sinceras nas letras das músicas. “Tears Dry On Their Own” é para mim, ao mesmo tempo que uma apresentação de um desgaste, uma manifestação de esperança, por causa dessas duas estrofes:

“I wish I could say no regrets

And no emotional debts”

Sobre a morte de Winehouse, foi tudo muito triste, muito rápido e muito sofrido. Mentirei se falar que estava esperando a sua morte. Achava que ela poderia se recuperar, lançar outro álbum e reviver.

Rosana Herman do Querido leitor fez um texto brilhante sobre, retratando a escolha de Amy:

“Não escolhemos o que somos. Nem os talentos, nem as fraquezas e doenças. A gente tem que aprender a lidar, a controlar, a se tratar”.

Todos viram o desgaste da Amy, como ela entrou na depressão e como a droga a consumia. O ex-marido da cantora até confirmou que foi ele que apresentou a Cocaína. Mas ela não soube se controlar e nem quis saber de reabilitação.

Onde estava a dor, que a sufocava cada vez mais? Pq ela preferiu a morte a vida? Essas e tantas outras perguntas aparecem sem ter ao certo uma resposta definitiva.

Como em tantas outras mortes, uma prova de observação fica para a vida. Com a morte de Amy, relutância é a palavra.

Enxergo, pois, que devo sempre lutar contra a depressão.

RIP. Amy Winehouse. Uma pessoa que não lutou contra, mas mostrou a triste realidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s