O Cachorrão é uma delícia!

Este post não faz parte da série “Um restaurante por mês”, mas eu e o Bruno achamos importante dar esta dica: O Cachorrão, na Vila A em Foz do Iguaçu, é uma delícia!

O Cachorrão é uma lanchonete que fica na Av. Paraná, entre a Av. Américo Silvio Sasdelli e a Florianópolis, instalada em 2 trailers.

Os lanches? Deliciosos, grandes e baratos. Eu considero o melhor prensado de Foz.

Eu comi o Fim de Noite (R$ 13) e o Bruno o Strogonoff de Carne (R$ 12). Consegui comer tudo pois estava com muita fome MESMO, mas o Bruno comeu só 2/3 e levou o restante para depois do CS da madrugada.

o-cachorrao-lanche-em-foz-do-iguacu
Para você ter uma ideia do tamanho do lanche em comparação com a garrafa de 600 ml de Coca-cola
Impossível não se sujar comendo o lanche
Impossível não se sujar comendo o lanche

Outra coisa que depõe a favor do O Cachorrão é o tempo de preparado do lanche. Entre o pedido até recebermos demorou menos de 20 minutos. A média dos outros locais que visitamos em Foz do Iguaçu é 30/40 minutos.

Uma coisa bem legal que eu achei no lanche foi como todos os ingredientes conversam entre si e ainda é possível identificar o gosto de cada um. E ah, tem refrigerante 2l para vender! (Todos comemora)

O tamanho deste lanche, gente... é quase INSANO!
O tamanho deste lanche, gente… é quase INSANO!

Nota final
Eu: 9 (Lanche delicioso e veio rapidinho)
Bruno: 9 (Nao é algo requintado, mas é bom e me satisfez)

É sério, gente: apenas vão! Dá até para tirar umas fotos artísticas com a iluminação ambiente:

Bruno-no-O-Cachorrao

O próximo restaurante vai ser lá do Rio de Janeiro =]

Restaurante La Rueda em Puerto Iguazú

Já contei aqui no blog que uma das minhas paixões são os restaurantes em Puerto Iguazú, né? Pois bem, ontem fomos com um casal de amigos ao La Rueda. Ele fica localizado na Av. Cordoba, 28, pertinho da Rodoviária. O ambiente é super aconchegante, a música ambiente é perfeita e o atendimento nota 10! Estávamos em 4 e a conta final deu R$ 210.

Eu pedi um Pollo a la Mexicana. MARAVILHOSO!

Ah, a cerveja Stela Artois de 1l custa R$ 11. <o> Tipo, muito barato!

Confira as fotos:

IMG_7253 IMG_7257 IMG_7259 IMG_7260 IMG_7267 IMG_7271 IMG_7285 IMG_7286 IMG_7295 IMG_7298 IMG_7299 IMG_7303 IMG_7304 IMG_7309 IMG_7311 IMG_7315 IMG_7317

O melhor hambúrguer do mundo em Foz do Iguaçu

Sabe onde tem o melhor hambúrguer do mundo? No melhor bar do mundo! É claro que eu estou falando do Zeppelin Old Bar, que este mês está completando 6 anos desde o primeiro voo!

Talvez você pode conhecer o local pelas boas músicas, shows e atendimento impecável, mas o que poucos conhecem é o cardápio maravilhoso que o Zeppelin oferece.

O que eu mais gosto são os hambúrgueres temáticos. Coisa de deus!

IMG_4299

 

Olha só a minha cara de gordinho satisfeito:

IMG_4302

E tem também as caipirinhas, e outros drinks, para os nossos gringos amantes dos destilados. Nesse caso, a gringa é a mexicana miss Yazareth Abarca, que estava em Foz do Iguaçu a convite da amiga Leca Lichacovski.

IMG_4289

 

Sem contar que uma ida ao Zeppelin com os amigos sempre é uma ÓTIMA PEDIDA! Na última vez que fomos era o retorno da Corleone, uma banda de Foz do Iguaçu que manda um ótimo som!

IMG_4273

IMG_4277

IMG_4356

IMG_4361

IMG_4364

IMG_4346

IMG_4355

 

Se você está em Foz do Iguaçu a passeio, visitar o Zeppelin é uma ótima pedida. Se você é daqui tá esperando o que para voltar/conhecer?

E não é que eu amei o Up!

Quem me acompanha no Instagram viu a bombardeada de fotos que andei fazendo do novo “carrinho” da VW esses dias. Acontece que eu fui convidado para testar o up! (sim, o nome é mesmo com o ponto de exclamação), esse carrinho simpático da montadora alemã, e me apaixonei

"Tudo nele é up!", diz o anúncio... E realmente, dirigir o novo carro da Volks é td de bom
“Tudo nele é up!”, diz o anúncio… E realmente, dirigir o novo carro da Volks é uma ótima experiência

A primeira impressão que tive ao entrar no carro é que ele foi projetado para o público jovem. O design chama a atenção pela simplicidade e minimalismo, características que eu prezo bastante em qualquer desenho.

O up! é o atual carro global da Volkswagen, isso significa que a montadora escolheu este design para ser comercializado em todo o mundo. Como já aconteceu com o Polo. Apenas que o diferencial é que o up! é um carro de entrada da VW  [e também projetado por um brasileiro na Alemanha]. Ou seja, além de caber na sua garagem (por ser pequenino) ele cabe no seu bolso ;)

O modelo que eu testei foi o High up! (De uma série de 6 versões)

– Take up! (O mais básico)
– Move up! (Intermediário)
– High up! (O mais completo)
– Black up!
– Red up!
– White up!

O modelo High up! é o único que permite o painel com p pad na cor do veículo (uma pena) o que me lembrou muito o ar retrô do Fiat 500, que eu amo tanto. Veja os lindos detalhes:

Review-Up-Garon (16 de 22)

Review-Up-Garon (10 de 22)

Na foto ai de cima reparou que tem um acessório logo a cima do painel do ar condicionado? Então, isto é uma das coisas que eu mais gostei nessa versão. O up! é equipado com um equipamento chamado Maps & More. Além de ser um sistema multimídia touchscreen de 5 polegadas, com acesso ao rádio, mp3, celular via bluetooth e GPS, ele mostra todos os dados do veículo como consumo. Exatamente um computador de bordo.  E você achando que só os modelos mais caros da montadora tinha esse benefício. Um up! equipado com esta tecnologia custa a partir de R$ 32.000. (+ ou -)

Bom, vamos falar do desempenho. O meu atual carro é um Gol 2012 1.6. Um ótimo veículo. Eu imaginei por estar acostumado com o 1.6 não me adaptaria a um carro 1.0. Ledo engano. O up! superou as minhas expectativas. O motor 1.0l de 3 cilindros (82 cv etanol e 75 cv gasolina) deu muito para o gasto. O legal também é que o up! tem tecnologia 3 cilindros e sistema de partida a frio e-flex sem aquele tasquinho chato perto do motor que tem que ficar abastecendo com gasolina.

Review-Up-Garon (4 de 22)
O up! de frente não quer te intimidar como o atual modelo do Golf, com aquelas linhas expressivas… O up! quer te fazer sorrir :)

Durante o final de semana que eu testei o carro, o meu consumo foi uma média de 12,6 km/l. O que eu achei bem legal para o consumo dentro da cidade. E o mais legal do up! é exatamente isso mesmo: te fazer economizar. O Maps & More tem algumas funções que te auxiliam a economizar, como o mostrador de consumo imediato e também um sistema parecido com o Blue Motion, equipado em carros mais luxuosos da VW, que faz com que você ande com o carro em uma média para gastar menos combustível. 

Testar o up! foi uma experiência que eu já tinha perdido: andar de automóvel. Esse carrinho ai faz realmente você sentir a cidade e abraçar o veículo. Eu percebi essa sensação devido aos detalhes que o carro proporciona, como as janelas mais amplas, assento em corpo único e a direção ajustável. (Item que você nem imaginaria em um carro popular).

Review-Up-Garon (15 de 22)
Um interior jovem: o up! me ganhou por esta atenção aos pequenos detalhes dificilmente encontrado em um carro de entrada
Review-Up-Garon (18 de 22)
O comando de luz na parte inferior esquerda do painel dá um ar de “carrão” para o up!

 

O carro ainda tem muitas surpresas como um porta-malas de 285 litros (considerado gigante para um modelo hatch), é ainda preparado para usar cadeirinhas de crianças no banco traseiro e conta com um tanque de combustível de 50 litros.

A única coisa que me incomodou no up! foram os pedais. Eu senti um pouco o trabalho do motor ao trocar as marchas, coisa que nunca senti ao dirigir um carro. Achei um pouco estranho isso. 

Review-Up-Garon (22 de 22)
Pela modernindade do conjunto da obra e pela economia, o up! está: no meu coração digo,  aprovado!

Ah, não posso esquecer de falar na segurança do veículo. O up! levou os carros populares a outro patamar de segurança. Tudo no veículo é pensado no motorista e nas pessoas que estão dentro do carro. Ele é o primeiro veículo produzido no Brasil  a atingir nota máxima em segurança para adultos e crianças, pelo Latin NCAP. (Entidade que preza pela segurança dos veículos).

E ainda: o up! vem de série com freio ABS e Air Bags.

Review-Up-Garon (7 de 22)
O carro mais seguro da América Latina

Na Argentina, o up! é comercializado com a pegada mais jovem (essa mesma leitura que eu fiz do carro), mas que infelizmente não decolou muito bem por terras brasileiras. Dá só uma olhada na propaganda oficial do veículo lá no país do Maradora:

http://youtu.be/BVKFqnMX20o

Bom finalizando a review, a minha nota para o up! é: QUERENDO AGORA! :)

Review-Up-Garon (19 de 22)

Se você curtiu o carro, não espere e vai direto a uma concessionária VW e faça um Best Drive.

Em Foz do Iguaçu, visite a Paraguaçu VW e converse com os experientes e simpáticos consultores de vendas :)

__
Eu testei o up! a pedido da Paraguaçu VW, de Foz do Iguaçu, porém a opinião emitida neste post é de total responsabilidade deste blogueiro. Ah, as fotos também são minhas, caso queria usá-las cite a fonte ;)

1 amor: restaurantes em Puerto Iguazú

Restaurantes bons e aconchegantes estão na minha lista de amor eterno. Não tem nada melhor que se sentir bem atendido em um ambiente gostoso que quase nos faz sentir em casa, não é mesmo? Ah, sem falar na comida que te faz ter sensações totalmente diferentes…

O restaurante Aqva em Puerto Iguazú está no meu top 10 de melhores restaurantes da Fronteira Brasil-Argentina. Não conhece ainda?

Ele tem um ambiente meio que cabana patagonica. Um clima invernal proporcionado pelas colunas, vigas e revestimento todo em madeira. Você vai quase acreditar que lá fora estão as montanhas cobertas de gelo.

Fomos lá este final de semana com a família do Bruno. É verdade que o Aqva tem um preço mais salgadinho do que os outros concorrentes, porém o atendimento é simplesmente lo mejor.

Desta vez eu pedi uma massa ao molho 4 queijos e o Bruno foi de tradicional: bife de chorizo.

(Veja mais informações clicando no link no final do post)

Veja as fotos:

aqva - puerto iguazu - garon 2
aqva - puerto iguazu - garon 1
aqva - puerto iguazu - garon 3aqva - puerto iguazu - garon 4
aqva - puerto iguazu - garon 5 aqva - puerto iguazu - garon 6 aqva - puerto iguazu - garon 7

Confira mais detalhes sobre o restaurante, como notas e críticas, no Trip Advisor

Conheça o som de Ólafur Arnalds

Já ouviu alguma música vinda da Islândia? Bom, se não conhece agora você está prestes…

Estava zapeando no incrível extraordinário fantástico Spotify e caí em uma música maravilhosa! Antes de qualquer coisa, primeiramente ouça:

Ólafur Arnalds é um multi-instrumentalista e produtor musical que mistura cordas e piano em ciclos e batidas nervosas passando do clássico ao pop. (Contou o Wikipedia).

Em uma breve googlada descobri que o cara tem uns projetos meio loucos também. Ele lançou durante 7 dias uma música por dia, tornando cada faixa disponível em 24 horas.

Ele também tem muitas músicas espalhadas por filmes de Hollwood, como Jogos Vorazes. :O DEMAIS, NÉ?

Ouça:

E olha, certeza que ele já está no meu TOP 10.

Quer conhecer um pouco mais do trabalho de Ólafur? Segue ele no Youtube, ou procura no Spotify <3

https://www.youtube.com/channel/UC9XfDqYSm6ezuw0y_u3t_4A

:*

3 covers de I Can’t Make You Love Me para se apaixonar

I Cant’t Make You Love Me é a música mais linda da banda Bon Iver liderada por Justin Vernon. Eles ficaram internacionalmente conhecidos em 2012 quando ganharam os Grammy de “melhor novo artista” e “melhor álbum de música alternativa”.

Mas  já tocavam no meu coraçãozinho desde 2011.

A original:

Covers:

1- Adele

2- Todd Pritchard

3- Jamie Johnson (semi finalista do The Voice EUA)

Review: A Passagem – Justin Cronin

1239394_10203351918020170_1510657426_n

“Denso” talvez seja a melhor palavra qualificar “A Passagem”. Há anos eu não lia um “épico” que me prendesse tanto a atenção e fizesse o devorar – quase literalmente.

O livro tem 815 páginas, as 200 primeiras voaram.. depois me enrolei um pouco até a página 400, mas depois disso voltou a voar passando a barreira do som, inclusive. A sensação que tive nas últimas 250 páginas foi que eu estava devorando a história. E isso é um ótimo sentimento para quem gosta de ler. Principalmente quando se trata de uma saga. Neste caso, uma trilogia.

O autor constrói um cenário pós-apocalíptico apostando no imaginário do leitor e não cai em nenhum momento naquele “marasmo” descritivo.

Os personagens pautados no psicológico e não no físico ajuda a entrar no clima de suspense/ação.

Outra coisa super interessante é o desenrolar da história. Às vezes Justin Cronin descontrói o cenário contando os sonhos, nos colocando não só dentro do universo, mas sim na cabeça dos personagens.

O livro é dividido em Partes e Capítulos, o que ajuda bastante a leitura. Mas o interessante é que o autor nunca deixa você a beira de um abismo (cliffhanger)você está mergulhando em um o tempo todo!

Antes de ler fui buscar ver/ler algumas resenhas do livro. Agora que li posso afirmar que: Nenhuma resenha disponível em português traduz o espírito do livro. Muitos críticos e até mesmo o Stephen King comentam sobre “A Passagem” se tratar de “Vampiros” ou “Algum vírus vampirismo”, porém em nenhum momento do livro o autor comenta isso. É algo bem diferente, na minha opinião.

Bom, para quem gosta de livros/filmes de cenários pós-apocalípticos esse é um livro que precisa muito estar na sua lista de já lidos. Para quem não gosta ou não se interessa – como já foi o meu caso – APENAS leia que você não vai se arrepender. Só tenho agradecer muito quem me indicou esta leitura, pq mudou bastante a forma como eu esperava que uma história desse gênero fosse escrita. Aliás, a forma de escrita é diferente de tudo o que eu já li.

Em promoção no Submarino – http://www.submarino.com.br/produto/7267106/livro-a-passagem